Chuva frequente prejudica a agricultura

Chuva frequente prejudica a agricultura

Rio que corta a comunidade de Jabuticabeira, em Jaguaruna, ficou acima do nível da ponte. O acúmulo de água põe em risco a rizicultura da região.

Ponte do rio Jabuticabeira está em mau estado de conservação. Rizicultura local foi prejudicada com o aumento do nível das águas - Foto: Jorge Pereira/Folha Regional/Divulgação/Notisul
Ponte do rio Jabuticabeira está em mau estado de conservação. Rizicultura local foi prejudicada com o aumento do nível das águas – Foto: Jorge Pereira/Folha Regional/Divulgação/Notisul

Jaguaruna

O forte temporal que caiu sobre a região no fim da tarde de quinta-feira provocou estragos em diversos municípios que registraram ocorrências de deslizamentos, falta de energia, alagamentos e quedas de barreiras.

Em Jaguaruna, o rio que atravessa a comunidade de Jabuticabeira ficou acima do nível normal, colocando em risco a rizicultura nas proximidades. O mato acumulado no rio desceu com a correnteza e encalhou na ponte da Jabuticabeira, formando uma grande camada e obstruindo a passagem da água.

O secretário interino de Agricultura da prefeitura, Tiago Garcia Cruz, juntamente com o operador de máquinas, esteve no local na manhã desta sexta-feira para tomar as primeiras providências na desobstrução, não somente na comunidade, mas em toda extensão do afluente. “Ainda analisamos a situação. No primeiro momento, vamos desobstruir a passagem d’água para que ela flua. Estamos com falta de maquinário na Secretaria de Obras e, com isso, conseguimos uma máquina emprestada com o Samae para este serviço de urgência. Creio que em breve o problema estará solucionado”, pretende.

Lauro Müller decreta Situação de Emergência após temporal
O temporal deixou ao menos 23 famílias desalojadas devido a alagamentos e risco de deslizamentos de terra em Lauro Müller. A SC-390, na Serra do Rio do Rastro, teve cinco pontos de interdição até o fim da tarde desta quinta-feira. O município decretou Situação de Emergência.

Na manhã desta sexta, com o auxílio de máquinas da prefeitura, a lama que tomou conta da rodovia em vários locais foi removida. A cidade ficou sem fornecimento de energia até as 2h30min desta sexta. Orleans também foi atingido. A localidade de Oratório foi a mais afetada. Várias residências tiveram prejuízos. A Librelato, no bairro Samuel Sandrini, foi uma das empresas que também sofreu com as enxurradas. Uma parte do rio localizado nos fundos do empreendimento transbordou, por isso a força da água quando ocorreu a inundação.