Alessandra Psicóloga

Colunas

Poda em laranjeiras

Marcio Fonseca de Carvalho - marcio.carvalho@unisul.br

18 de Agosto de 2009 às 00:00min

Marcio Fonseca de Carvalho
Bom dia. A laranjeira é uma frutífera que, em princípio, não necessita de poda para produzir frutos. Acontece, porém, que esta prática pode auxiliar na saúde da planta e na qualidade dos frutos. Além disso, a poda serve para controlar o crescimento longitudinal e lateral da planta para não atrapalhar a passagem de pessoas e máquinas, e auxiliar na colheita.

A melhor luminosidade no interior da copa pode ser obtida com certos tipos de poda, levando à formação e produção de frutos de melhor qualidade. A poda auxilia no controle de doenças e pragas, principalmente as que se desenvolvem no interior da copa das plantas. A eliminação de ramos no interior da copa, além de auxiliar no controle de doenças e pragas, também melhora areação e penetração das caldas de pulverização.
A seguir, descrevemos os tipos de podas que podem ser feitos na sua laranjeira:

Poda de inverno e de tratamento
Esta prática serve para o controle fitossanitário. Usualmente, é executada no inverno, mas pode ser em qualquer época necessária. Para controle de rubelose, leprose, CVC, cochonilhas e gomose têm efeito benéfico muito acentuado. Nesta poda, retiram-se os ramos doentes, os ramos secos, ramos com crescimento errado (como aqueles que nascem para dentro da planta). Em seguida, retiram-se os galhos que estejam impedindo a entrada de luz no interior da planta.

Poda de rejuvenescimento
É um tipo de poda drástica, podendo deixar apenas as pernadas principais, havendo em consequência uma completa renovação da copa. Essa poda deve ser seguida de uma boa adubação e revolvimento do solo, com subsolagem se for necessária. Das novas brotações que surgirem, devem ser eliminadas as mais fracas ou situadas em posição inadequada. Como norma, pode-se deixar um ramo a cada 20-30 centímetros das pernadas, eliminando-se os brotos mais internos.

Dicas
1) É muito importante utilizar instrumentos afiados para não machucar as plantas.
2) Após o corte dos galhos, é imprescindível o pincelamento do tronco, com uma água de cal, para impedir a entrada de doenças.
3) Todo o material resultante da operação deve ser retirado do pomar e queimado, podendo-se também triturá-lo nas entrelinhas com roçadeiras, caso não seja um material muito atacado por pragas e doenças.
Desta forma, você garante boas frutas por muito mais tempo. Abraços.

Enquete

• Você acha que resultados de pesquisas podem realmente influenciar na decisão do voto do eleitor?

Opções
Veja enquetes anteriores

Colunas e blogs

Ver todas as colunas

Virtualiza Comunicação