Opinião

Willy Zumblick, 100 anos

Joares Ponticelli - Presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina - Florianópolis - julioassembleia@hotmail.com

24 de Setembro de 2013 às 00:23min

Neste dia 26 de setembro (esta quinta-feira), comemoramos o centenário de nascimento do tubaronense Willy Alfredo Zumblick. A data foi lembrada ontem com uma sessão especial da Assembleia Legislativa, promovida em conjunto com a prefeitura e a Câmara de Vereadores de Tubarão, a Unisul e o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, a partir das 19 horas, no Centro de Artes e Eventos da Unisul, em Tubarão.
 
Durante o último século, algumas personalidades catarinenses se destacaram em suas áreas de atuação e ainda são referências para o povo do Estado e também para o país. Entre os eleitos pelos os moradores de Santa Catarina, que escolheram de forma democrática os 20 personagens que marcaram o Século 20, está o artista tubaronense Willy Alfredo Zumblick.
 
Nascido em Tubarão no dia 26 de setembro de 1913, Zumblick faleceu na cidade onde sempre viveu, em 3 de abril de 2008, aos 94 anos de idade. Dedicou 75 anos de sua vida à arte, produzindo um acervo estimado em cerca de cinco mil obras.
 
Utilizando-se de temática variada e abrangente, retratou com maestria e sensibilidade os mais variados aspectos das tradições, da cultura, da história e dos tipos populares catarinenses. O divino artista pintou o folclore de Santa Catarina, o Contestado, a epopeia de Giuseppe e Anita Garibaldi, Boi de Mamão, Dança do Pau de Fita, as rendeiras, entre outros grandes temas.
 
As telas estão espalhadas por galerias de arte, templos maçônicos, igrejas, hotéis, universidades e prédios públicos. No Palácio Barriga Verde, sede da Assembleia Legislativa, são quatro telas que ficam permanentemente expostas. Uma delas é o retrato da deputada Antonieta de Barros, a primeira mulher a chegar ao parlamento estadual.
 
O impulso criador e o talento natural presentes em sua fértil imaginação consagraram definitivamente o nome de Willy Alfredo Zumblick no rol dos mais festejados artistas plásticos do país.
 
Willy, que desejava correr o mundo na boleia de um caminhão, ainda criança descobriu a sua aptidão para o desenho e foi pelas ruas de Tubarão que viajou à sua maneira, por meio dos pincéis. A pintura foi a maneira que encontrou para se expressar.
 
Um dos mais respeitados artistas plásticos de Santa Catarina e do Brasil, Zumblick soube representar as tradições catarinenses e, por isso, no dia em que comemoramos os 100 anos de seu nascimento, a sociedade presta o justo tributo a um grande barriga-verde, que marcou o século 20 pela sua grande obra e imensa habilidade criativa, como pintor, escultor e escritor.

Colunas e blogs

Ver todas as colunas

Virtualiza Comunicação