• Aquasol

Segurança

Menor morre em confronto com a polícia

O adolescente de 14 anos tentou assaltar um supermercado junto com um comparsa e foi surpreendido por um policial sem farda. Ele foi baleado e morreu logo após dar entrada no hospital.

Mirna Graciela
Tubarão

Clientes e funcionários do Supermercado De Pieri do bairro Vila Esperança, nas proximidades da Sorgitu, levaram um grande susto na noite de ontem, por volta das 20h30min. Dois homens invadiram o estabelecimento e anunciaram um assalto.
 

A dupla chegou em uma Honda Biz escura. Ambos portavam armas. Mas não imaginavam que um policial militar, sem farda, estava no supermercado.
Ao presenciar a cena, ele rapidamente foi impedir o assalto. E houve troca de tiros. Até o fechamento desta página não havia informações de como e onde ocorreram os disparos.
O caroneiro, um adolescente de 14 anos, foi baleado pelo policial e, depois, encontrado em um matagal, perto do supermercado. O outro fugiu no veículo em direção à rua do presídio, no bairro Humaitá de Cima. Nada foi levado pelos assaltantes.

O adolescente, que foi atingido por mais de um tiro, ficou em estado grave e foi conduzido pela viatura do auto socorro de urgência dos bombeiros ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, por volta das 21h15min. E morreu logo após dar entrada. Ele era um dos foragidos do Centro de Internação Provisória de Tubarão.
O outro bandido não havia sido localizado até o fechamento desta página, por volta das 22h15min.

Adolescentes são pegos com arma

Mais uma arma foi retirada de circulação pelos policiais civis de Braço do Norte. Na noite de segunda-feira, um menor de 15 anos foi apreendido no bairro Floresta.
Com ele, os investigadores encontraram um revólver calibre 32. Questionado sobre a procedência da arma, o adolescente alegou que apenas a guardava, mas que era de propriedade de outro menor, morador do Morro da Formiga.
Ele também foi localizado pelos policiais. Ambos responderam a um boletim de ocorrência circunstanciado e foram ouvidos pelos policiais, acompanhados de seus responsáveis legais e, depois, liberados.
A Polícia chegou aos rapazes porque duas equipes trabalhavam no desdobramento de informações relativas a crimes ocorridos no município. A ação foi coordenada pelo delegado Leonardo Valente e pelo capitão Gabriel Souto, da Polícia Militar.


Enquete

Você acredita que futuramente sejam disponibilizados no Aeroporto Regional Sul, em Jaguaruna, outros destinos além de Congonhas (SP)?

Opções
Veja enquetes anteriores

Colunas e blogs

Ver todas as colunas

Virtualiza Comunicação