Alessandra Psicóloga

Segurança

Violência

Perseguições, tiros e prisões na região

Uma delas foi entre Jaguaruna e Tubarão. A outra terminou em Imbituba, em uma rua paralela à BR-101.

09 de Dezembro de 2011 às 22:44min

 

Mirna Graciela
Jaguaruna
 
Perseguições, troca de tiros entre policiais e bandidos e prisões marcaram esta sexta-feira na região. A primeira ocorreu em Jaguaruna, no Balneário Camacho, que resultou na captura de um jovem de 20 anos e na apreensão de dois menores, ambos com 15 anos. 
 
Após receberem a informação do furto de um Fiat Uno verde que estava no balneário, três policiais civis e um militar conseguiram localizá-lo, no início da tarde. Como a viatura apresentou problemas mecânicos, os policiais a pé determinaram que o condutor parasse. 
 
O motorista acelerou e jogou o carro em cima deles. Um dos ocupantes atirou contra os policiais, que revidaram com disparos, na tentativa de detê-los. Mesmo com o veículo alvejado, empreenderam fuga. 
 
Na estrada geral de acesso a Tubarão, pelo bairro Congonhas, uma barreira foi montada. Os criminosos então foram detidos. Mas os dois adolescentes conseguiram escapar em direção a uma plantação de arroz. 
 
Um dos menores foi apreendido em seguida. Já o outro foi pego por volta das 16h30min, perto do Cemitério Horto dos Ipês, no bairro Monte Castelo, em Tubarão. A arma, que estava com um deles, não foi encontrada. Ninguém ficou ferido. 
 
O de 20 anos, de Tubarão, foi autuado em flagrante por receptação e tentativa de homicídio, e conduzido ao Presídio Regional. Já os menores, moradores de Capivari de Baixo, encaminhados ao fórum de Jaguaruna.
 
Homem suspeito de participar da morte de policial é preso em Imbituba
Uma perseguição iniciou no posto da Polícia Rodoviária Federal de Paulo Lopes, na BR 101, quando um homem em um Voyage branco furou a barreira policial.
 
 As atenções estavam voltadas à captura dos criminosos que mataram o policial Leonardo Valgas, 36 anos, nesta sexta de manhã, em Florianópolis. 
 
Após escapar do bloqueio, ele perdeu o controle do carro e foi pego pela Polícia Militar de Imbituba, em uma rua paralela à BR-101, no acesso ao bairro Sambaqui. O homem foi encaminhado à Polícia Civil da capital. 
 
Uma força-tarefa foi montada para localizar os responsáveis pelo assassinato do policial. Embora as características físicas do suspeito não se assemelhem, a polícia suspeita que o homem possa fazer parte da quadrilha. 
 
O policial rodoviário federal foi morto com quatro tiros, após perseguição a um Palio preto. O motorista fez retorno na BR-282, na Via Expressa, o que gerou suspeitas. No bairro Coqueiros, Leonardo estava atrás do carro, de motocicleta, quando o condutor deu ré e depois foram feitos os disparos. 

Enquete

• Você faz uma análise dos candidatos a vice (à presidência e ao governo do estado) para escolher o seu voto?

Opções
Veja enquetes anteriores

Colunas e blogs

Ver todas as colunas

Virtualiza Comunicação