Governo de SC anuncia reforço na segurança e autoriza concurso público

Governo de SC anuncia reforço na segurança e autoriza concurso público

O governador Raimundo Colombo, acompanhado da cúpula da Segurança Pública de Santa Catarina, anunciou na manhã desta quinta-feira a chamada de mais 234 agentes de Polícia Civil, 25 delegados e 61 auxiliares periciais do Instituto Geral de Perícias (IGP), aprovados no último concurso. Colombo autorizou ainda a realização de um novo concurso público para a contratação de 250 bombeiros, 194 escrivães e 200 agentes para a Polícia Civil, e 49 peritos e dois técnicos periciais para o IGP. Serão 695 novos agentes no novo concurso.

“A decisão que tomamos hoje é muito importante. Estamos conscientes do aumento da violência, da apreensão de armas cada vez mais pesadas e da presença de grupos que estão tentando ocupar um espaço aqui e isso nós não vamos deixar”, disse Colombo.

O governador destacou que também será feito um grande investimento na renovação da frota, na compra de coletes, armas e novos equipamentos.

Ao todo, neste ano, o Governo do Estado está nomeando 1.404 novos servidores da Segurança Pública, entre Polícia Militar, Civil, e IGP. Destes, 1.084 policiais militares se apresentam para a formação no início do mês de maio.

O delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz, explicou que com esta chamada todos os agentes da PC aprovados no último concurso foram convocados. “Os 234 de hoje se somarão aos 420 que já se formaram no final do ano passado. Os novos agentes serão deslocados para várias regiões do Estado, em especial àquelas em que a criminalidade está intensa. Eles serão nomeados em junho, farão curso de formação na Acadepol e em novembro devem estar atuando em prol da população catarinense”, disse.

O secretário de Estado da Fazenda, Antonio Gavazzoni, explicou que após análise pelo Tesouro Estadual, chegou-se à conclusão de que será possível absorver este impacto na folha.

O edital para o novo concurso deve ser lançado até o final deste ano.

Foto: James Tavares/Secom/Divulgação/Portal Notisul