Novas estruturas: Imóveis do Estado serão cedidos ao município

Novas estruturas: Imóveis do Estado serão cedidos ao município

Tubarão

As unidades de Polícia Civil de Tubarão serão transferidas para o novo complexo de segurança, localizado no prédio da antiga Milão, em Oficinas. O local está em obras e a partir da próxima semana iniciam os primeiros remanejamentos. As transferências serão feitas em quatro etapas começando pelo gabinete da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) e Divisão de Investigação Criminal (DIC).

Nos próximos meses serão instaladas a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (Dpcami) e Delegacia de Delitos de Trânsito e Divisão de Crimes Ambientais (DTCA); em sequência a 5ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) e demais setores e por fim, a Central de Plantão Policial (CPP).

Para dar continuidade às adequações do local, um convênio foi firmado entre a prefeitura e o governo do Estado, onde o município fará a doação de divisórias para a nova unidade no valor estimado em R$ 177 mil, além da doação de um terreno à Polícia Civil para a construção do futuro complexo de polícia judiciária próprio.

Em contrapartida, a entidade de segurança do Estado fará a concessão de uso de dois imóveis. O prédio onde funciona a Central de Plantão Policial (CPP), localizado na avenida Rodovalho, no centro abrigará a Guarda Municipal, que hoje atende no prédio da secretaria de segurança. O outro espaço que será cedido é a 5ª Ciretran, localizada no Humaitá. A destinação do prédio ainda não foi definida pela prefeitura.

Prefeitura usará espaços por até 30 anos
O convênio foi aprovado pela Câmara de Vereadores e a cessão de uso do governo será de 15 anos, renovável por mais 15, e deverá ser formalizada entre o prefeito Joares Ponticelli e o secretário de segurança pública do Estado, César Grubba. “Esse convênio marca a possibilidade de instrumentalização de um complexo audacioso e moderno”, afirma a delegada regional de Tubarão, Vivian Garcia Selig. O novo complexo da Polícia Civil possui 3,5 mil metros quadrados e três andares. Entre os anos de 2009 e 2014, o local era utilizado pela Fundação Municipal de Saúde.