4 pessoas são presas suspeitas de cometer homicídio em Jaguaruna

4 pessoas são presas suspeitas de cometer homicídio em Jaguaruna

Jaguaruna 

Em 1 mês de investigações, a Polícia Civil conseguiu esclarecer o homicídio de Ronaldo João Saraiva, de 41 anos. Encontrado morto próximo à Lagoa do Campo Bom em Jaguaruna sem a língua e sem os olhos no início do mês de agosto.

De acordo com a Polícia Civil, 4 pessoas foram presas temporariamente suspeitas de terem cometido o crime. São três homens, de 18, 25 e 56 anos e uma mulher, com 29 anos. Entre os acusados estão pai e filho, que foram localizados no bairro Alto Paraná, em Orleans, com apoio da Polícia Civil da cidade. Os outros dois suspeitos foram presos em Grão-Pará.

A motivação do crime ainda não foi divulgada pela Polícia Civil e o caso deve ser encerrado, devido aos trâmites legais, em até 70 dias.

A ação contou ainda com o apoio das polícias civis de Orleans, Sangão, Treze de Maio e Grão Pará e de policiais militares de Grão Pará. Os trabalhos foram coordenados pela delegacia de Jaguaruna e  as investigações conduzidas pelos delegados Willian Cesar Sales dos Santos e Isabel Frigheto Fauth.